Make your own free website on Tripod.com

Dois rapazes recém formados na medicina discutiam na rua para provar quem era melhor medico. Enquanto isto, vinha na direção deles um velhinho caminhando com passos bem curtos e pés bem próximos um do outro. Então os dois rapazes apostaram para saber quem adivinhava qual era o problema do velhinho.
- Eu garanto que este velhinho tem Mal de Parkinson, falou o primeiro rapaz.
- Já eu digo que ele tem problema nas juntas das pernas, respondeu o outro.
Para descobrir quem estava certo, foram ate o velhinho perguntar.
- Vovô, nós somos médicos recém-formados e estamos discutindo sobre o seu problema. Meu colega disse que você tem Mal de Parkinson e eu digo que você tem problema nas juntas das pernas. 
O velhinho levantou a cabeça e respondeu.
- Creio que nós três estamos enganados, porque eu pensei que fosse apenas um peidinho


Pergunta a mãe para a filha de 6 anos:
- O que você gostaria de ganhar de Natal?
- Um preservativo!
- Preservativo? - espanta-se a mãe.
- É que eu já tenho cinco bonecas e não quero ter mais nenhuma! 


O garoto de 15 anos chega na farmácia e pede uma camisinha.
O farmacêutico olha para o rapaz com um olhar surpreso.
- É que eu vou jantar na casa da minha namorada - justifica-se o garoto - e nunca se sabe... De repente, pode rolar um clima...
O farmacêutico entrega o preservativo para o rapaz, este paga e vai embora. Cinco minutos depois esta de volta e pede outra camisinha:
- Lembrei-me que a prima da minha namorada também vai estar lá... E ela e muito gostosa! Talvez ela se interesse por mim... Só por precaução acho melhor levar mais uma! - O rapaz embolsa a segunda camisinha, paga e vai embora. 
Logo depois esta de volta:
- Sabe, moço! Eu estive pensando e acho que seria melhor eu levar mais uma, só por precaução. Eu ouvi dizer que a mãe dela e tarada por rapazes novos e, quem sabe, ela também se interesse por mim.
À noite, no jantar com a namorada, a família toda reunida à mesa, o rapaz permanece o tempo inteiro no mais absoluto silencio. Ao final do jantar, a menina se vira para o rapaz e cochicha:
- Puxa! Você não falou uma palavra! Não sabia que você era tão tímido!
- É... Eu também não sabia que o seu pai era farmacêutico


O médico chega pro sujeito no leito pós-operatório:
- Seu Rubinstein, tenho boas e más notícias. Quais o senhor quer primeiro?
- As más. 
- Infelizmente tive que amputar ambas as suas mãos! 
- Ó meu Deus! Que tragédia! E as boas? 
- Já encontrei comprador pro seu piano! 


Um jovem médico, recém-formado, montou seu consultório modesto e, enquanto esperava a clientela, ficou imaginando uma maneira de promover-se. Quando, afinal, apareceu o primeiro cliente, ele já estava preparado. Assumiu um ar ocupadíssimo, fez sinal para que o visitante aguardasse um momento e fingiu que estava respondendo a um telefonema urgente. 
- Sinto muito, governador, mas é impossível. Amanhã cedo tenho que ensinar uma cirurgia cardíaca para uma nova equipe, à tarde dou aulas na faculdade e à noite estou embarcando para um congresso em Nova York. 
Finalmente, voltando-se para o visitante:
- Em que posso servi-lo? 
- O senhor me dá licença que eu vim instalar o telefone. 


O jovem pai chegou ao pediatra, bastante aflito, com uma criança no colo:
- Doutor, meu filho está com seis meses e não abre os olhos! 
O médico examinou bem, virou-se pro rapaz, e falou:
- Quem deve abrir os olhos é o senhor, meu amigo. Seu filho é japonês! 


A cartomante está vendo a sorte de um cliente na bola de cristal:
- Vejo uma morena que o fez sofrer muito no passado. Agora vejo uma loira que o fará sofrer muito no futuro.
- É minha mulher! Ela pintou o cabelo! 


Dois caras resolvem tomar uma cervejinha no bar. Um deles recomenda ao garçom:
- Copo limpo, viu? 
Dali a pouco o garçom volta com uma cerveja e dois copos e pergunta:
- Quem pediu copo limpo?



"Bete estava no seu leito de morte, com seu marido João ao seu lado".
Ele pegou suas mãos frias e lagrimas silenciosas rolaram em sua face.
Os lábios dela, pálidos, se moveram.
- João, ela disse.
- "Bete", ele rapidamente interrompeu, "não fale".
Mas ela insistiu.
- "João", ela disse com voz cansada. Eu tenho que falar. Eu preciso confessar.
- "não ha nada para confessar", disse chorando João.
"Esta tudo certo".
Tudo esta bem "".
- "Não, não. Eu preciso morrer em paz. Eu preciso confessar, João, que eu tenho sido infiel a você".
- João acariciou suas mãos. "" Bete, não fique preocupada agora. Eu sei de tudo ", ele soluçou".Que razão mais eu teria para ter envenenado você "?".


Dois amigos se encontram:
- Puxa, quanto tempo? Como vão as coisas? - Eu estou ótimo e você?
- Eu vou ser pai pela primeira vez!
- Que legal! Parabéns! E a sua mulher está feliz?
- Por enquanto está. Mas, na hora que ela souber, vai ficar uma fera!


O caminhoneiro, depois de 12 horas de viagem ininterrupta, parou num boteco para esticar as pernas e pediu uma cerveja. Assim que o dono encheu o seu copo, doido para jogar uma conversa fora, ele começou:
- Você viu essa história do Frei Galvão?
Ao que o dono do bar respondeu:
- Olha, o senhor não me leve a mal, mas eu não gosto que falem de religião aqui no meu bar.
- Tudo bem!
Alguns minutinhos depois ele tornou:
- E o Wanderley Luxemburgo? Acha que vai dar certo?
E o dono do bar:
- Desculpe novamente, mas também não gosto que falem de futebol aqui no bar.
O sujeito coçou a cabeça, tomou mais um gole de cerveja, fez uma pausa e disse:
- E essa bandalheira que está acontecendo no governo, você tem acompanhado?
- Por favor, nada de política aqui também!
Aí o sujeito se irritou:
- E sexo? Pode falar de sexo aqui no seu bar?
- De sexo? Pode, claro que pode!
- Então vá se foder!

Curusqueredo...


Muito nervoso, o cliente grita:
- Garçom, essa sopa está com gosto de inseticida!
O garçom responde, inconformado:
- Cliente nunca fica satisfeito! Quando tem mosca, reclama. Quando a gente toma uma providência, reclama também!

Uaiuaiuai...


No hospício, o doido, sentado num banquinho, segura uma vara de pescar mergulhada num balde de água. O medico passa e pergunta:
- O que você esta pescando?
- Otários, doutor.
- Já pegou algum?
- O senhor é o quinto!


A garota fez de tudo para se aproximar do cara mais bonito da escola. Depois de muita manha, armação e suborno, ficou cara a cara com ele na aula de Química. Jogou o cabelo pro lado e deu aquela encarada fatal no garanhão. O rapaz olhou lá no fundo dos olhos da moça e perguntou, com aquele tom de gala:
- Você tem telefone?
A moça quase caiu pra trás de emoção.
- Tenho sim - respondeu ela, com voz de gata no cio.
E o rapaz, implacável:
- Então, por que você não vende e faz uma plástica?



Próxima

Voltar

Página Inicial