Make your own free website on Tripod.com

O sujeito entra numa agência de emprego às onze horas da manhã, com uma tremenda cara de sono e começa a bocejar na frente do entrevistador. 
- O Senhor não tem vergonha de vir pedir emprego com uma cara dessa? 
- Mas o emprego não é pra mim não, doutor! 
- Pra quem é então? 
- É pro meu irmão. 
- E por que ele não veio pessoalmente? 
- Ele preferiu ficar em casa dormindo... 

Uaiuaiuai...


A mulher passa mal e o marido chama o médico, que vem depressa e vai direto ao quarto. Sai logo pedindo:
- Me arrumem o alicate!
O cara arruma o alicate. Logo o doutor torna a pedir:
- Arrume uma chave de fenda!
Assustado, o marido vai buscar a chave. Minutos depois o médico aparece todo suado e pede:
- Será que tem serrote em casa?
- Alicate, chave de fenda, serrote! O que o senhor está fazendo com a minha mulher?
- Por enquanto nada! Só estou tentando abrir a minha maleta!

Curusqueredo...


Jacó vai colocar um anúncio no jornal.
- Gostaria de colocar uma nota fúnebre sobre a morte da minha esposa - diz ao atendente.
- Pois não, quais são os dizeres?
- Sara morreu.
- Só isso? - espanta-se o rapaz.
- Sim, Jacó não quer gastar muito.
- Mas o preço mínimo permite até cinco palavras.
- Então coloca: "Sara morreu. Vendo Monza 94".


A garota era tão pobre que fazia as suas calcinhas com sacos usados. Um dia, ela ia detraída no metrô e nem percebeu que estava com as pernas abertas. Um bêbado no banco da frente olhava e arregalava o olho. Quando ela percebeu, encarou feio o bêbado e perguntou:
- O que foi? Nunca viu uma calcinha antes?
- Ver já vi, mas escrito "ração para pintos" é a primeira vez. 

Uaiuaiuai...


Uma peruona metida à rica vivia esnobando todo mundo. Entrou toda arrogante no consultório do Doutor Tadeu, que diz:
- Então Dona Laura? O que está sentindo?
- Ora... Não é seu trabalho descobrir?
- Nesse caso, a senhora aguarda um instante, que vou chamar o Dr. Ricardo que é veterinário. Só ele consegue fazer o diagnóstico sem falar com o paciente!


Depois de um naufrágio restaram oito sobreviventes numa ilha deserta: sete homens e 1 mulher. Depois de um tempo até se adaptarem a nova situação, ficou tudo beleza, a mulher dava conta dos sete, rolava ate uma suruba. Todo mundo feliz. Porem um belo dia, como um golpe do destino a mulher veio a falecer. Na primeira semana tudo bem. Veio à segunda semana, tudo bem, dava pra levar. Na terceira semana o bicho começou a pegar. A situação começou a ficar feia até que na quarta semana não dava mais pra levar. Um dos marmanjos falou:
- É galera, não da mais! Vamos enterrar a mulher!


Um jovem casal viajava por uma estrada do interior e devido a uma rotineira discussão, ficaram sem se falar por algumas horas... Nenhum dos dois queria dar o braço a torcer até que quando eles passavam por uma fazenda onde havia alguns porcos e uma vaca pastando, o marido resolve quebrar o gelo:
- São parentes seus?
E ela, mantendo o nível:
- Sim... São meus cunhados e minha sogra!


Um casal de aposentados vai ao médico fazer seu exame anual de saúde.Depois de tê-lo examinado, o médico diz ao velho:
- O senhor está com uma saúde excelente. O senhor tem algo em especial que gostaria de discutir comigo?
- De fato eu tenho - diz o homem - Depois de fazer sexo com minha mulher, na primeira vez, eu sinto calor e fico todo suado mas depois, na segunda vez, eu sinto frio e tremo todo.
- Interessante - diz o médico - Vou anotar isso e depois lhe dou um parecer.
Aí o médico examina a mulher, e termina dizendo:
- A senhora está com uma saúde excelente. A senhora tem algo em especial que gostaria de discutir comigo?
Ela responde que não. O médico então acrescenta:
- Seu marido veio com um problema estranho. Ele disse que a primeira vez que faz sexo com a senhora, ele sente calor e sua, e que na segunda vez ele sente frio e treme. A senhora imagina o que possa ser?
- Ah! É lógico! É que a primeira vez é em janeiro e a segunda em julho!


Estava sentada em frente a um bar da cidadezinha do interior uma menininha, brincando ingenuamente com sua boneca quando de repente sai um homem trajando calça jeans e camiseta branca e diz pra menina:
- Olá, tá brincando? 
- Sim. 
- Quer ganhar uma bala? 
- Sim. 
- Então tá... só que você tem que pegar a pelinha do pipi do titio aqui e puxar pra baixo. Depois pegar essa mesma pelinha e puxar pra cima. Se você puxar a pelinha do pipi do titio pra baixo de novo e depois puxar pra cima novamente, você ganha outra bala. 
Irritada a menina respondeu: 
- Ô tio... me dá um saco de balas que eu te bato uma punheta.


Um sujeito ia sentar ao lado de uma senhora em um ônibus, sem perceber um pequeno embrulho no banco. Antes que sentasse em cima do embrulho, a senhora avisou: 
- Senhor, cuidado com os ovos! 
O sujeito, curioso, abriu o embrulho: 
- Mas isso não são ovos! 
E a senhora: 
- Pois é... são pregos. 

Curusqueredo...


- Ai, amorzinho... caiu de novo!
- De novo? Será possível? O que está acontecendo?
- Você vem perguntar pra mim?
- Isso nunca aconteceu antes...
- Eu ia falar isso agora... Ontem mesmo eu entrei, saí... Deu tudo certo!
- Mas hoje caiu... Você não quer tentar mais uma vez?
- Já estou tentando... Vamos lá... Ai, eu odeio quando isso acontece...
- Nem me fale...
- Agora vai, agora vai... Está quase, está quase!
- Ahhhhh... Caiu de novo... Vamos deixar pra amanhã, querido...
- Saco! Deve ser algum problema com o provedor...


O marido virou-se para a mulher e disse: 
- Bem, vamos colocar uma nota de R$ 5,00 no cofre toda vez que transarmos? 
A mulher concordou. E quando chegou o fim do ano, ele disse: 
- Vamos ver quanto já temos? 
E ao abrir o cofre, ele surpreso, perguntou: 
- Por quê aqui há notas de R$ 10,00 e de R$ 50,00? 
Ela respondeu: 
- Você pensa que todo mundo é pão duro como você?! 


A sogra chegando na casa da filha com uma mala foi abordada pelo genro:
- Ô minha sogra, a senhora vai se mudar para cá?
E ela respondeu:
- Não, ficarei enquanto vocês me agüentarem!
Ele retrucou:
- Ah... Então não dá nem tempo da senhora tomar um cafezinho...


O sujeito chega em casa e encontra sua mulher vestida para dançar a dança-do-ventre. Ele senta na poltrona e ela começa atirar as roupas. Nisso que ela tira o véu ele pergunta:
- Posso gozar?
- Agora não, agüenta mais um pouco - Responde ela.
Então, ela tira o biquíni e ele novamente pergunta:
- Posso gozar?
- Agora não!
Ela vai dançando e tira a parte inferior da roupa ficando completamente nua, e ele diz:
- Posso gozar agora?
- Agora pode!
- Gorda, gorda, gorda...


A deliciosa morena se aproximou do lago deserto, olhou ao redor para se certificar de que não havia ninguém por perto e tirou toda a roupa. Quando se preparava para dar o primeiro mergulho, um guarda saiu de trás de uma árvore:
- Desculpe, senhorita, mas é proibido nadar neste lago.
A moça corou de vergonha.
- E por que o senhor não avisou antes de tirar a roupa?
- Bem... Respondeu o guarda. É que não existe nenhuma lei proibindo tirar a roupa na beira deste lago.


Próxima

Voltar

Página Inicial